Fale Conosco: (67) 3306-3652 / 9 9143-1483 (Whats)



Fisioterapia Aquática

Voltar

A Fisioterapia Aquática, também conhecida como Hidroterapia ou Hidrocinesioterapia, é um recurso terapêutico que utiliza os efeitos fisiológicos e cinesiológicos baseado nos princípios físicos da água e seu efeito fisiológico como recurso auxiliar da reabilitação ou prevenção de alterações funcionais, além da promoção da saúde.

Sendo assim, a Fisioterapia Aquática por meio do uso da piscina terapêutica em  temperatura entre 33° e 36° preparada especificamente para este fim, com medidas, profundidade e temperatura adequando um meio ideal para a realização dos exercícios tendo em vista o alivio a dor e espasmos musculares, assim como melhorar o suprimento sanguíneo, equilíbrio, coordenação e postura.

A cada dia o reconhecimento dos pacientes acerca da Fisioterapia Aquática é maior isso se da devido ao alto grau técnico que os profissionais brasileiros atingiram e uma intervenção não farmacológica e não invasiva, que abrange diversas técnicas, podendo ser empregada segundo as necessidades de cada indivíduo.

Conheça um pouco mais sobre as propriedades físicas da água e seus benefícios, indicações e métodos utilizados na Fisioterapia Aquática.

PROPRIEDADES FÍSICAS DA ÁGUA

A Fisioterapia é praticada em piscinas aquecidas para tratamento de diversas patologias ou disfunção com métodos específicos, utilizando as propriedades físicas da água como uma importante ferramenta, para fornece um ambiente ideal aos indivíduos portadores de limitações na terapia em solo.

A compreensão das propriedades físicas da água e das respostas fisiológicas à imersão, associadas ao uso de movimentos e exercícios, pode favorecer a atuação da fisioterapia aquática e potencializar o processo de intervenção fisioterapêutica.

A água oferece maior resistência para certos exercícios e reduzir a força de gravidade, diminuindo o peso do corpo. Terapia na água também reduz o impacto do exercício que pode levar ao desconforto.

As experiências provocadas pela água podem estimular a potencialidade plástica do sistema nervoso central por meio de estímulos sensitivos e motores, favorecendo um maior controle motor, reações de equilíbrio além de promover o máximo de independência funcional ao paciente.

Sendo assim, a prática baseada em evidências científicas deve ser estimulada, para que o fisioterapeuta possa embasar sua atuação clínica e as tomadas de decisão no âmbito da hidroterapia.

Observação, o vestuário ideal deve ser maiô, sunga ou bermuda de tecido sintético, que possibilitem movimentos amplos, roupão para entrada e saída se estiver frio, chinelos antiderrapante, touca de pano ou silicone. Evitar uso de acessórios como relógio, pulseira, anel, brincos e colares.

INDICAÇÃO E CONTRAINDICAÇÕES DA FISIOTERAPIA AQUÁTICA

Essa modalidade de terapia é indicada para as seguintes afecções:

As patologias mais comuns que podem ser tratadas por meio da hidroterapia são:

Suas contraindicações são poucas, sendo relativas ou absolutas, e envolvem:



Todos os direitos reservados a Fisioclin MS Gestão Ativa - Soluções Web